12 grandes lances do III Open Maracanaú de Jiu-Jitsu

0
100

Texto – Junior Samurai
Fotos – Paulo Sousa

No último domingo, o Jiu-Jitsu brilhou na Arena Carlão em Maracanaú, com o III Open Maracanaú da FJJCE,

O torneio foi de primeira linha, e as lutas empolgaram os fãs.

Se você não conseguiu assistir, nosso editor Junior Samurai listou os 12 melhores momentos do torneio que você pode ter deixado passar batido.

1 – Alvaro Fontes campeão absoluto

Mais uma vez, o faixa-preta da SAS consolidou seu favoritismo e triunfou no abserto adulto, depois de dois triunfos contra Alysson Bruno e Elenilson Nunes.

2- Helio Mourão comanda a divisão master

De olho na recuperação da liderança do Ranking MEIAGUARDA, Helio Mourão foi mais uma vez imparável e arrastou a classe super-pesado e divisão livre. As vitórias foram
pra cima de Robson Gomes e o incansável Elenilson Nunes, que competiu em quatro categorias no evento.

3- Movimento que você já sabe o resultado

Foi assim com Osmar Fontes (SAS) ao montar e entrar com uma mão na gola. O Old School estava ali, básico do básico, nem precisou enfiar a outra mão na gola. Só de colocar a mão no trapézio e jogar o peso, foi inevitável: três tapinhas.

4- Quando o jogo não bate

Você já deve ter ouvido falar isso em lutas de MMA, mas no Jiu-Jitsu também acontece, O jogo não bate e a luta fica encrunhada, caso de Paulo Ceguim contra Hildeth Cavalcante,. No final do duelo, que terminou empatado em 0 a 0, Paulinho que ganhou na decisão do árbitro, comentou o confronto.”Nós somos iguais”. Definição melhor não há.

5- Disputa na faixa-marrom que agitou a galera

O duelo foi entre Jefferson Leite da Gracie Barra e Phellipe Rocha, fera da BTT, que há tempos não competia. Pela categoria leve, eles se enfrentaram e foi um sanhaço daqueles, que levantou o público. No final deu Jefferson que ainda ficou com ouro máximo do absoluto.

6- 2 gigante para estremecer tudo

Paulo Henrique, o popular Bebe, teve pela frente um adversário duríssimo, o pernambucano Icaro Jonathan da Nova União. Pela categoria pesadíssimo, eles tremeram o ginásio, e Icaro se manteve na frente do duelo abrindo uma vantagem, mas sempre no ímpeto de finalizar, acabava perdendo as posições. Até que o feitiço virou contra o feiticeiro e numa reviravolta daquelas, Bebe caiu nos 100 kg e aplicou um estrangulamento para encerrar o combate de titãs;

7- Goleada no pluma azul

Aluno de Leandro Silva, Janderson Silva (Cicero Costha) cravou 28 a 0 no último confere do peso pluma.

8 – Virada nos 10s finais

Atrás no placar, Daniel Cruz da Gracie Barra não desistiu e seguiu atacando, até que nos segundos finais conseguiu passar a guarda e virar o jogo a seu favor. Grande vitória que valeu o título da categoria leve faixa-branca.

10 – Ferinha Kids

Fabiano da Silva da MG foi um dos garotos que somou pontos importantes no Ranking MEIAGUARDA. Ressaltamos que as competições da FJJCE são as que valem mais no calendário do concorrido premio.

11 – Homenagem

A FJJCE homenageou durante o III Open Maracanau o faixa-preta Daniel Baima um dos maiores incentivadores da arte suave cearense. . Ex-vereador de Maracanau, ele mantém com forças próprias o projeto social Cuidando bem das Pessoas. Intento que já formou grandes campeões, tanto no tatame quanto na vida. Um salve para esse guerreiro do bem. Oss!

12 – Gracie Barra campeã

O time vermelho levou mais uma no calendário da FJJCE e já aparece como candidata forte para abocanhar a premiação em dinheiro de melhor rime do ano no Ranking de Equipes da entidade.

LEAVE A REPLY

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.