BJJ Heroes destaca carreira brilhante de Israel Sousa, filho de Elinor Batista

0
241

Filho de Elinor Batista, o faixa-preta Israel Sousa vem construindo uma carreira brilhante nos Estados Unidos. O fera que conquistou vários títulos no Ceará e no Brasil, além, de ser sempre destaque do Ranking MEIAGUARDA, só aumentou sua coleção de medalhas e troféus na Terra do Tio Sam, tanto esplendor chamou a atenção do site BJJ Heroes um dos principais da arte suave, que deu grande ênfase a performance do descendente de Elinor e Anamália. Confira abaixo a matéwria do conceituado veículo de comunicação:

Israel de Sousa Almeida, conhecido como Israel Sousa, é um faixa- preta de jiu-jitsu de Júlio César Pereira , que trabalhou extensivamente com Elinor Batista (pai de Israel) e é representante da GF Team Academy no circuito internacional do esporte. Israel ganhou notoriedade como uma das perspectivas mais quentes do esporte nas divisões de faixas coloridas do Jiu-Jitsu após suas incríveis performances no Campeonato Mundial e Pan Mundial da Federação Internacional Brasileira de Jiu-Jitsu (IBJJF), na qual conquistou medalhas de ouro.

Israel Sousa Jiu-Jitsu

Nome completo: Israel de Sousa Almeida

Apelido: “Rael”, abreviação de Israel.

Linhagem:  Luis França  >  Oswaldo Fadda  >  Monir Salomão > Júlio César > Israel Sousa

Principais conquistas:

  • 2o Lugar IBJJF Las Vegas Summer Open (2019)
  • 3º Lugar UAEJJF Grand Slam, MSK (2019)

Principais realizações (cintos coloridos):

  • 1º Lugar Campeonato Mundial da IBJJF (2017 azul, 2019 marrom)
  • 1º Lugar Campeonato Mundial da IBJJF Juvenil (2015)
  • 1º Lugar Campeonato Pan-IBJJF (2016/2017 azul, 2019 marrom)
  • 1º Lugar Brasileiro do CBJJ (2017 azul)
  • 1o lugar UAEJJF Grand Slam, LA (2018 marrom)
  • 3º Lugar Campeonato Mundial da IBJJF (2018 roxo)

Posição / técnica favorita: Guarda bem arredondado

Divisão Peso : Peso Pena (70,00 kg / 154,5 lbs)

Equipe / Associação: GF Team

Biografia de Israel Sousa

Israel de Sousa Almeida nasceu em 25 de abril de 1998, em Fortaleza, capital do Ceará.

Com o pai de Israel (Elinor Batista) e o irmão mais velho sendo grandes entusiastas e praticantes de jiu-jitsu, não foi uma surpresa quando de Sousa pediu para começar a treinar aos 5 anos de idade. atividade para ele permanecer ocupado, mas depois de um ano passado, o pai de Almeida decidiu inscrevê-lo para uma competição. Um evento de super luta que aconteceu na academia de Elinor.

Almeida venceu sua super luta e decidiu que queria competir com mais frequência. Infelizmente, ele teve 4 derrotas na primeira rodada em seus torneios seguintes, o que acalmou seu ímpeto de treinamento. Levaria mais de um ano para ele voltar à competição e se tornar vitorioso mais uma vez.

Com 13 anos de idade, Israel decidiu adicionar judô à sua agenda de treinos, tentando melhorar o aspecto do arremesso de seu jogo de jiu-jitsu. Treinando com o Sensei Alex Sampaio, de Sousa competiu em 4 torneios de judô na época, vencendo 3 deles e perdendo 1. Sua perda veio através de um braço quebrado ao postar para defender uma queda, uma lesão que o atrasava substancialmente, em termos de treinamento . Embora tenha repassado seu treinamento de judô posteriormente, ele optou por não competir sob esse conjunto de regras para evitar lesões que possam atrapalhar seus objetivos de carreira no jiu-jitsu.

Em 2013, seu irmão e um colega de equipe foram para o Rio de Janeiro e treinaram na sede da GF Team, estabelecendo um vínculo com a famosa academia. No final daquele ano, alguns dos principais atletas e técnico da GFT, Julio César, vieram a Fortaleza para competir, consolidando ainda mais o vínculo entre as duas academias.

Como faixa-azul, Israel de Sousa começou a viajar mais para competir, fazendo sua primeira viagem à famosa casa de combate Cachanga – GFT no Rio de Janeiro. A experiência abriu a mente de Almeida e o levou a adotar completamente o estilo de vida dos competidores de Jiu-Jitsu, com muitas competições e viagens ao Rio de Janeiro e até Ohio (EUA) para treinar com a equipe.

Depois que o mestre Julio Cesar decidiu se mudar para a Califórnia, ele convidou o jovem Israel Almeida (faixa roxa da época) para vir treinar em tempo integral com ele no condado de Orange. O jovem nativo de Fortaleza aceitou a oferta, sendo promovido à faixa-marrom em solo americano. Infelizmente, como ele era faixa roxa há menos de 18 meses, ele não pôde competir na maior parte de 2018 na divisão de faixa marrom.

Após um ano tremendo de 2019, onde Israel de Sousa conquistou os campeonatos mundiais e Pan da IBJJF com performances impecáveis, Israel foi promovido à faixa-preta, em junho de 2019 pelo técnico Julio César.

ISRAEL SOUSA GRAPPLING RECORD

6 GANHOS
  • POR PONTOS
    3 (50%)
  • POR VANTAGENS
    0 (0%)
  • POR SUBMISSÃO
    2 (33%)
  • POR DECISÃO
    1 (17%)
  • PENALIDADES
    0 (0%)
  • POR DQ
    0 (0%)


2 SUBMISSÕES GANHAM

2

(100%)SUBMISSÕES

  • 1 (50%)
    SUFOCAR
  • 1 (50%)
    ENGASGAR POR TRÁS
2 PERDAS
  • POR PONTOS
    1 (50%)
  • POR VANTAGENS
    0 (0%)
  • POR SUBMISSÃO
    0 (0%)
  • POR DECISÃO
    1 (50%)
  • PENALIDADES
    0 (0%)
  • POR DQ
    0 (0%)


0 PERDAS DE APRESENTAÇÃO

ISRAEL SOUSA HISTÓRIA DA LUTA

Destaque de 2018 em Israel

 

LEAVE A REPLY

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.