Jerffesson Braga e as lições de BJJ que ensina a crianças e adultos na equipe Gladiadores

0
17

Texto – Junior Samurai

Faixa-preta de Jiu-Jitsu formado pelo professor Paulo Ricardo, Jerffesson Braga estudou a arte suave por anos até iniciar o ensinamento para crianças carentes. Para entender melhor os caminhos seguidos pelo professor e suas impressões ao ensinar a nossa artes, MEIAGUARDA bateu um papo com a fera e desvendou algumas lições que você, atento leitor, pode aplicar na sua rotina. Confira!

“O Jiu-Jitsu entrou na minha vida na escola, quando tinha uns 12 anos e alguns amigos meus faziam Jiu-Jitsu mas não tinha nem ideia do que se tratava. Pensava que era uma luta como o karatê, capoeira algo do tipo, até que um dia vi pela primeira vez em vídeo uma luta no Pride do Rodrigo Minotauro onde o comentarista falava que ele era praticante de Jiu-Jitsu e fiquei impressionado com a técnica e a facilidade que ele tinha de ganhar a luta de adversários muito maiores e onde praticamente não precisava da um soco. Desde esse dia fiquei louco para treinar e conhecer o que era essa luta, ai então pedi que meus amigos me mostrassem o que era o Jiu-Jitsu ai eles me levarem onde eles treinavam e me apaixonei. To ai ate hoje”, disse.

“A primeira coisa que aprendi na arte suave foi o respeito. Ter respeito ao seu mestre e professor e aos companheiros de treinos”, acrescentou o jovem lutador que conta as mudanças proporcionadas pelo Jiu-Jitsu em sua vida.

“O Jiu-Jitsu mudou meu entendimento sobre a vida pois o jiu jitsu lhe ensina a ter valores q lhe fazem ser uma pessoa melhor, ensina a ter respeito as pessoas, ter mansidão para ter mais calma ao encara os desafios, ter muita perseverança para encarar os varios obstáculos q a vida vai lhe oferecer. e me ensinou a ter foco ter um
objetivo sempre para ir enfrentando a vida, agradeço o Jiu-Jitsu por moldado o meu caráter”.

Sobre a dedicação para melhorar a comunidade com o Jiu-Jitsu e as metas para um futuro grandioso ensinando não só a arte suave, mas usando a filosofia do Jiu-Jitsu para melhorar a vida dos alunos e amigos, ele fala a seguir. “Comecei a dar aula sozinho mesmo na faixa-marrom, mas comecei a dar aula ajudando nos treino das crianças e lá me apaixonei por dar aula, pensar e preparar um treino. Sempre olhava para o meu professor dando aula mas não passava na minha cabeça nem 10% da importância de se dar aula e como era lidar e ter alunos. Fui ver quando comecei a dar aula sozinho aprendi que não era so ensinar as técnicas e passar um treino que seja efetivo para todos. Isso é importante mas você entende que você pode mudar vidas com os valores que o Jiu-Jitsu da objetivo de vida a pessoas estão sem saber que rumo tomar e ajudar a leva-la para o caminho certo e a importância disso, pois você ensina desde criança a adultos, você aprende a lidar com pessoas totalmente diferente uma das outras”, falou.

“É uma satisfação enorme, pois como digo não tenho como alunos mas sim como minha família falo nossa equipe, nosso time pois igual falo: ”um homem pode ser crucial em uma equipe, mas apenas um homem não forma uma equipe”, acrescentou o monitor escolar, que trabalha de 6 da manhã às 18 horas, e depois ministra aulas na própria residência e lá quer deixar seu legado.

“O legado que quero passar para eles é a importância q o Jiu-Jitsu tem na minha vida, que eles tenham na deles. Que eles possam ter com eles: a disciplina, respeito, perseverança, amizade e gratidão e sempre defender a bandeira q eles carregam, levando esses ensinamentos q o Jiu-Jitsu me proporcionou para eles e para outros alunos esse seria meu maior legado”, concluiu o hoje aluno de Marcelo Galdino, sem antes passar uma lição para o praticante de nosso esporte.

“A lição que eu deixo é carregue consigo todos os valores q o Jiu-Jitsu lhe proporciona. Tenha respeito com as pessoas, tenha perseverança para encarar a vida e conseguir os seus objetivos, o resultado vem com a constância. Tenha gratidão as pessoas que lhe ajudam”.

“Gostaria de agradecer primeiramente a Deus que me capacitou até aqui, o professor Paulo Ricardo onde comecei a treinar e me ensinou muito sobre os valores que o Jiu-Jitsu proporciona, Agradeço ao professor Marcelo Galdino por ter acreditado em mim e em dar a missão de representar a equipe Gladiadores aqui no
Ceara. Agradeço também aos meus alunos por sempre estarem ao meu lado e acreditarem em mim. Eles são o incentivo que tenho para ter perseverança para nunca desistir. Agradeço aos meus pais e também a minha esposa companheira que sempre esta ao meu lado”.

CT AGR
Endereço – Rua Jorge Figueiredo, 180, Itaitinga
Contato – 85 9632-7174

LEAVE A REPLY

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.